Ano III – 20/Mar

“A bondade é a mais desarmada de todas as virtudes. Sua força é a ternura” (Marcos Aurélio Fernandes, brasileiro, PhD. em Filosofia, citado em “Projeto Virtudes 2012”).

Na bondade exercitamos o amor. A palavra “bondade” nos lembra uma disponibilidade para fazer sempre o bem, nunca o mal, talvez por isso Jesus tenha dito que só Deus é bom, ou seja, Ele é a bondade em pessoa. Assim como somos a imagem e caminhamos para a semelhança com Deus, assim também caminhamos para sermos bom assim como Deus é bom. Para ser bom, antes de tudo, tem que estar com o espírito desarmado, ou seja, deixar de lado todo o julgamento sobre o merecimento de seu gesto de bondade e na força de sua ternura agir com bondade. Quem se dispõe a agir com bondade poderá encontrar em seu caminho muitas dificuldades, pois o mundo só valoriza os “espertos”, nunca os que procuram viver as virtudes do amor, mas os conselhos de São Paulo em sua carta aos efésios servem de alento para nunca desistir: “Andai como filhos da Luz, pois os frutos da luz consistem em toda a bondade, a justiça e a verdade” (Ef 5, 8-9). Quem é filho da Luz, é filho de Deus e vive em seu amor. (Reflexão feita por Jose Irineu Nenevê) Bom trabalho!
Bom dia!
(16 anos)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: