Publicado por: José Irineu Nenevê | 16/09/2019

Ano X – 16/set

“Vendo os cristãos, pensei: é uma vida impossível, isto não se pode realizar no nosso mundo! Mas depois, encontrando-me com alguns deles, entrando na sua companhia, deixando-me guiar no catecumenato, neste caminho de conversão a Deus, pouco a pouco compreendi: é possível! E agora estou feliz por ter encontrado a vida” (São Cipriano de Cartago, advogado e mestre de retórica, bispo e mártir, 200-258).

Haviam dois Ciprianos, um em Cartago (norte da África) que foi Bispo e Mártir, e outro de Antioquia (entre Síria e Arábia), que foi feiticeiro e mais tarde se converteu ao cristianismo, e foi martirizado em 304. Ambos viveram em épocas de grandes perseguições ao cristianismo que produziu muitos mártires da fé. Isto porque, naquela época, as pessoas preferiam morrer a negar seu amor a Jesus e sua doutrina. Nos dias de hoje ainda muitos morrem por sua fé em Jesus em várias partes do mundo, mas a mídia esconde estes fatos, pois estão a serviço de outros interesses. Alguns acreditam que viver os ensinamentos do Evangelho ao pé da letra, parece loucura, pois quem vai dar a outra face quando alguém lhe bater, ou dar a túnica quando pedirem o manto? Só que muitos santos viveram radicalmente e por isso mesmo eles foram perseguidos e mortos. Para ser Cristão é preciso ter muito amor. Bom dia e Bom trabalho! (Reflexão feita por Jose Irineu Neneve).

Bom Dia!
(23 anos)

Anúncios
Publicado por: José Irineu Nenevê | 13/09/2019

Ano X – 13/set

 “Você deseja honrar o corpo de Cristo? Não o ignore quando ele está nu. Não o homenageie no templo vestido com seda quando o negligencia do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele que disse “Este é o meu corpo” é o mesmo que diz “Tu me vistes faminto e não me destes comida” e “quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes”(Mateus 25,40). Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando seu irmão está morrendo de fome? Comeces satisfazendo a fome dele e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar”. (São João Crisóstomo, doutor da Igreja e arcebispo de Constantinopla, de origem turca, 347-407).

A palavra “Crisóstomo” é de origem grega e significa “boca de ouro” (Krisós = ouro, stómo = boca), devido a suas homilias cheias de sabedoria sobre as passagens da Bíblia e ensinamentos morais. Também denunciou os abusos cometidos por líderes políticos e eclesiásticos de sua época, pelas quais foi perseguido e exilado. Em 375 se tornou eremita, dormia muito pouco e decorou a Bíblia, sua fonte de inspiração. Vale a pena conhecer e meditar sobre suas homilias. Ele foi capaz de promover a paz entre dissidentes. Era muito admirado pelo povo. Bom dia e Bom trabalho! (Reflexão feita por Jose Irineu Neneve).

Bom Dia!
(23 anos)

Publicado por: José Irineu Nenevê | 12/09/2019

Ano X – 12/set

“Não acredite em algo simplesmente porque ouviu. Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito. Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos. Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade. Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração. Mas, depois de muita análise e observação, se você vê que algo concorda com a razão e que conduz ao bem e benefício de todos; o aceite e viva-o” (Sidarta Gautama, “BUDA”, líder religioso hindu, 563-483 a.C.).

Quando há grandes interesses em jogo, as mentiras a respeito são maiores ainda. Há um ataque orquestrado contra a Amazônia cuja cobiça está em seu subsolo, mas isso é oculto e se fala apenas em meio ambiente. Já foi provado que o pulmão do mundo são as algas marinhas, uma vez que a fotossíntese produz quantidade enorme de oxigênio que é lançado na atmosfera. Este é apenas um dos argumentos. Antes de acreditar, busque saber. Ninguém fala do consumo excessivo dos países que agora, sem mais recursos do seu próprio continente e do Africano, buscam na Amazônia as riquezas para manterem suas “lideranças” no mundo. Bom dia e Bom trabalho! (Reflexão feita por Jose Irineu Neneve).

Bom Dia!
(23 anos)

Publicado por: José Irineu Nenevê | 11/09/2019

Ano X – 11/set

“A natureza só permite aos gênios uma filha: sua obra” (Monteiro Lobato, escritor e editor brasileiro, 1882-1948).

Se todos os dias, no mesmo horário, você contemplar a alvorada, verá que a natureza não se repete, cada dia é um novo espetáculo. Desde o macro cosmo ao micro cosmo tudo é um hino de louvor ao Criador. Quando a sensibilidade do “gênio” entende este processo e se deixa criar, sua obra se harmoniza com o todo da criação. Mas para isso é preciso esquecer recompensas e honras e se concentrar no processo criativo. Bom dia e Bom trabalho! (Reflexão feita por Jose Irineu Neneve).

Bom Dia!
(23 anos)

Publicado por: José Irineu Nenevê | 10/09/2019

Ano X – 10/set

 “Não procuro adivinhar o futuro. Trato de preveni-lo” (Ray Bradbury, escritor americano, 1920-2012).

O ser humano sempre teve receio do desconhecido. Talvez por isso sempre se buscasse adivinhar o futuro para evitar surpresas desagradáveis. Na narrativa Bíblia de José do Egito (filho de Jacó), que foi vendido como escravo no Egito por seus irmãos, o seu dom de adivinhar o futuro, salvou a sua vida e a dos egípcios ao ser liberto da prisão e ter tido a capacidade de prevenir o povo para os tempos de escassez de alimentos. Mas em muitos povos, desde a antiguidade, os que pretendiam adivinhar o futuro lançavam mão de métodos até bárbaros (como o de sacrifícios) para desvendar o desconhecido. Hoje, as revistas de horóscopos, para os que acreditam, também são uma espécie de alerta para prevenir o futuro incerto. Mas para Ray melhor do que tentar adivinhar é prevenir. Se não quero me molhar em dia que há prenuncio de chuvas, é melhor sair com seu guarda chuvas; da mesma forma, se quero evitar algo desagradável, devo fugir as ocasiões que me levem a isso.  Bom dia e Bom trabalho! (Reflexão feita por Jose Irineu Neneve).

Bom Dia!
(23 anos)

Publicado por: José Irineu Nenevê | 09/09/2019

Ano X – 09/set

“Vede como eles se amam!” (Tertuliano, advogado e escritor de Cartago, 160-212) (citado em Apolog. 39).

Tertuliano, originariamente pagão, escreve para Diogneto como vivem os Cristãos em seu tempo, que eram capazes de mudar o mundo mediante a mudança de coração. Veja um trecho desta carta escrita no ano 120:

“Os cristãos não se distinguem dos outros homens nem por sua terra, nem por sua língua, nem por seus costumes. Eles não moram em cidades separadas, nem falam línguas estranhas, nem têm qualquer modo especial de viver. Sua doutrina não foi inventada por eles, nem se deve ao talento e à especulação de homens curiosos; eles não professam, como outros, nenhum ensinamento humano. Pelo contrário: mesmo vivendo em cidades gregas e bárbaras, conforme a sorte de cada um, e adaptando-se aos costumes de cada lugar quanto à roupa, ao alimento e a todo o resto, eles testemunham um modo de vida admirável e, sem dúvida, paradoxal. Vivem na sua pátria, mas como se fossem forasteiros; participam de tudo como cristãos, e suportam tudo como estrangeiros. Toda pátria estrangeira é sua pátria, e cada pátria é para eles estrangeira. Casam-se como todos e geram filhos, mas não abandonam os recém-nascidos. Compartilham a mesa, mas não o leito; vivem na carne, mas não vivem segundo a carne; moram na terra, mas têm a sua cidadania no céu; obedecem às leis estabelecidas, mas, com a sua vida, superam todas as leis; amam a todos e são perseguidos por todos; são desconhecidos e, ainda assim, condenados; são assassinados, e, deste modo, recebem a vida; são pobres, mas enriquecem a muitos; carecem de tudo, mas têm abundância de tudo; são desprezados e, no desprezo, recebem a glória; são amaldiçoados, mas, depois, proclamados justos; são injuriados e, no entanto, bendizem; são maltratados e, apesar disso, prestam tributo; fazem o bem e são punidos como malfeitores; são condenados, mas se alegram como se recebessem a vida. Os judeus os combatem como estrangeiros; os gregos os perseguem; e quem os odeia não sabe dizer o motivo desse ódio. Assim como a alma está no corpo, assim os cristãos estão no mundo. A alma está espalhada por todas as partes do corpo; os cristãos, por todas as partes do mundo. A alma habita no corpo, mas não procede do corpo; os cristãos habitam no mundo, mas não pertencem ao mundo. A alma invisível está contida num corpo visível; os cristãos são visíveis no mundo, mas a sua religião é invisível. A carne odeia e combate a alma, mesmo não tendo recebido dela nenhuma ofensa, porque a alma a impede de gozar dos prazeres mundanos; embora não tenha recebido injustiça por parte dos cristãos, o mundo os odeia, porque eles se opõem aos seus prazeres desordenados. A alma ama a carne e os membros que a odeiam; os cristãos também amam aqueles que os odeiam. A alma está contida no corpo, mas é ela que sustenta o corpo; os cristãos estão no mundo, como numa prisão, mas são eles que sustentam o mundo. A alma imortal habita em uma tenda mortal; os cristãos também habitam, como estrangeiros, em moradas que se corrompem, esperando a incorruptibilidade nos céus. Maltratada no comer e no beber, a alma se aprimora; também os cristãos, maltratados, se multiplicam mais a cada dia. Esta é a posição que Deus lhes determinou; e a eles não é lícito rejeitá-la” (Carta de Tertuliano a Diogneto, parágrafos V e VI). Bom dia e Bom trabalho! (Reflexão feita por Jose Irineu Neneve).

Bom Dia!
(23 anos)

Publicado por: José Irineu Nenevê | 06/09/2019

Ano X – 06/set

“O verdadeiro sábio é aquele que aprende com seus inimigos” (Aristófanes, dramaturgo da Grécia Antiga, 448-380 a.C.).

“Nossa pátria é onde nos sentimos bem” (idem). Entendemos por inimigo quem milita em posição contrária a nossa. Quer seja por ideias ou outra razão, tem certa aversão a nós ou ao que representamos. Muitas vezes por ignorância (por ignorar nosso ponto de vista). Ao tentarmos entender as razões da inimizade, acabamos descobrindo outra maneira de ver as coisas, ou o que motivou um “mal entendido”. Também revela como pensa e age o inimigo, permitindo assim conhecer os “próximos lances deste jogo de xadrez”. Muitas vezes quem se coloca como inimigo está agindo motivado por forte emoção decorrente de uma falsa informação que o impede de raciocinar livremente. Cabe ao sábio desconstruir a mentira e promover o conhecimento da verdade para restabelecer a paz. Semeando a paz estaremos lançando as bases de uma pátria em que todos se sintam irmãos. Bom dia e Bom trabalho! (Reflexão feita por Jose Irineu Neneve).

Bom Dia!
(23 anos)

Publicado por: José Irineu Nenevê | 05/09/2019

Ano X – 05/set

“Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração. As palavras que não dão luz aumentam a escuridão” (Santa Madre Tereza de Calcutá, missionária católica de origem albanesa, 1910-1997).

 “O cristianismo é a religião da palavra” (Bento XVI). Falamos por falar sem pensar no peso que as palavras têm. Com elas encorajamos, alegramos, ou destruímos. Elas podem unir ou afastar pessoas. Por isso São Francisco de Assis dizia que deveríamos ter o pescoço do tamanho de um das girafas, para que a palavra percorresse um longo caminho antes de ser pronunciada, assim evitando ser uma palavra inútil. Com os dispositivos eletrônicos de comunicação falamos a todo instante sem ter tempo de pensar no que falar, mas isso é perigoso, pois palavra dita não volta atrás, daí já é tarde. Em sentido religioso; “lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho” (Salmos 119). A pessoa de fé medita sempre na palavra de Deus, sem ter tempo de falar o que não deve. Enquanto meditamos ela lança raízes em nossa alma. É melhor o silêncio do que falar na dúvida. . Bom dia e Bom trabalho! (Reflexão feita por Jose Irineu Neneve).

Bom Dia!
(23 anos)

Publicado por: José Irineu Nenevê | 04/09/2019

Ano X – 04/set

“Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz” (Platão, filósofo grego, 429-347 a.C.).

A palavra “luz” nos lembra da claridade que permite revelar objetos que estavam ocultos pela escuridão. Existem outras situações que estão associadas a luz, como o nascimento de uma criança, (deu a luz), atingir um conhecimento etc. Desta forma o contraria a luz é escuridão, trevas etc. O Evangelho de João (19-21), se refere a luz como a revelação divina que Jesus trouxe em seus ensinamentos: “A luz veio ao mundo, mas os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. Pois todo aquele que pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz, temendo que as suas obras sejam expostas. Mas quem pratica a verdade vem para a luz, para que se veja claramente que as suas obras são realizadas em Deus.” (João 19-21). A luz da verdade é odiada por muitos, que se associam para esconder o mal que praticaram e que pretendem continuar a praticar, e para isso usam a mentira como bandeira. Eles agridem a quem defende a verdade. Suas práticas os denunciam, fazem alerde, quebram, destroem, matam, mentem etc. Quem é da verdade defende a justiça e a ordem. Bom dia e Bom trabalho! (Reflexão feita por Jose Irineu Neneve).

Bom Dia!
(23 anos)

Publicado por: José Irineu Nenevê | 03/09/2019

Ano X – 03/set

“A Bíblia é um espelho que reflete a nossa mente. Nela vemos nossa face interior. Das escrituras aprendemos nossas belezas e deformidades espirituais. E ali também descobrimos o progresso que estamos fazendo, e quão longe estamos da perfeição” (Papa Gregório I (São Gregório Magno), prefeito de Roma, Monge Beneditino e Papa Italiano, 540-604).

Usamos o espelho para ver a nossa imagem. Ela nos mostra como estamos no momento, e como os outros poderão nos ver. Dependendo de nossa vaidade gastamos mais ou menos tempo em nos arrumar para que os outros nos vejam. Gregório nos propõe fazer o mesmo com a Palavra de Deus (Bíblia). A partir da leitura e reflexão dos ensinamentos sagrados, apreciamos nossas belezas interiores e corrigimos nossas deformidades. Este exercício diário nos leva a caminhar em direção à justiça e perfeição. Bom dia e Bom trabalho! (Reflexão feita por Jose Irineu Neneve).

Bom Dia!
(23 anos)

Older Posts »

Categorias